31 de out de 2008

Fala mas não me rela!

Não sei se todo mundo é assim, mas tenho verdadeiro ódio que gente que não conheço me toque, segure ou encoste. É uma sina quando um estranho (principalmente) começa a me encostar no ônibus, pior ainda se for visivelmente com "más intenções". Pensei que com a idade ficaria livre disso, mas qual! Tarado não vê idade, vai se encostando e se a gente não toma uma providência dali a pouco estão esfregando na gente.

E nem adianta olhar feio porque o cara-de-cachorro vira pro outro lado, disfarça como se não fosse com ele. Se a gente não dá um show de baixaria ali mesmo, nem sei onde isso vai dar.

Outro dia estou de pé porque só sigo por 3 paradas, o trólebus quase vazio, eu curtindo meu sonzinho bem sossegada quando sinto um objeto estranho me encostando por trás. Olhei para o sujeito, não deu outra: virou a cara pro lado, olhou pela janela, fez que não estava ali.

Agora imaginem a cena ridícula: o trólebus praticamente vazio e nós dois ali, no corredor, o filho de uma que ronca e fuça me encostando por trás. É claro que baixou a lavadeira aqui, mas eu com toda a educação perguntei o mais alto que pude:

- Moço, será que não tem outro lugar pra você ficar, não? Tem que ser justamente AQUI?

Ele deu uma disfarçada e foi saindo de fininho, se não sai ia levar uma cotovelada no meio das costelas e ia ter baixaria, ah se ia...

E quem segura a gente na rua? Estou passando sossegada, uma cigana me segura pelo braço dizendo que quer falar comigo. Fala mas não encosta, pô! Aliás não fala nada, nem quero papo com cigana, dou um safanão libertando meu braço e ele fica lá me rogando praga. Praga de urubú...

E você, o que faz nessas circunstâncias? Será que vale a pena dizer:

- Moço, não me encosta que eu sou leprosa, você pode se contaminar...

Ou alguém aí tem alguma coisa mais criativa?

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

2 comentários:

  1. eita....adoorei...nunca tinha pensado nisso mas vc tem razão.
    parabéns pelos seus textos...curti....vou ler mais.

    ResponderExcluir
  2. Mas não é assim mesmo que acontece? A gente é vítima desses "tarados de ônibus" o tempo todo. E nem precisa estar cheio, eles logo arranjam um jeito de ir encostando.
    Obrigada pelo comentário e volte sempre.

    ResponderExcluir

Antes de deixar sua mensagem, por favor leia nossa Política de Publicação de Comentários.

Ratings by outbrain