11 de mar de 2008

Como diria Fócrates: "ex é soda!"

Eu sou uma ex boazinha, não infernizo, não fico ligando toda hora por qualquer probleminha besta, não dou piti nem faço chantagem emocional. Pra mim é assim: acabou, tá acabado! Cada um vai pro seu lado reconstruir sua vida.
Com o passar do tempo a gente vai engolindo os sapos, revendo as mágoas e pode até acontecer de ficar amiga do ex, mas isso leva tempo, não é logo que acaba a relação não, não precisa forçar a barra. Acontece ou não.
E eu me dou até bem com as atuais de meus ex, rola até simpatia, respeito, coisas assim.
Ah, mas tem ex que não se toca, tem ex que só ferra o barraco!! Tem ex que é um pé no saco!
Quando me interessei pelo meu namorado, ele tava lá sozinho, tadinho, separado da esposa há meses, largado mesmo... O máximo que ela se dignava era mandar a filha adolescente levar o filho caçula lá na casa da minha comadre (e sogra agora) pra brincar com o pai.
Mas bastou eu me interessar que ela já apareceu por lá, me cumprimentou, e eu até dei beijinho no rosto dela porque eu também não sou fácil...
Agora ela faz chantagem emocional, liga no celular dele nas horas que sabe que estamos juntos, reclama, joga os filhos contra ele, faz de tudo pra me queimar o filme.
Ah, será que são todas assim? Me poupe, né??? Será que toda ex é megera? Ela não quer, mas também não abre mão e não quer perder. Assim, quem é que entende?
Será que tem um manual pra lidar com ex? Nem que seja umbanda, saravá, missa negra, vudu, sei lá... to apelando pra tudo! Vale tudo só pra ter um pouco de paz, curtir um love... sem encheção de saco...
Alguém aí tem alguma receitinha básica? Olha, to apelando pra qualquer coisa, tá?

(Zailda Mendes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de deixar sua mensagem, por favor leia nossa Política de Publicação de Comentários.

Ratings by outbrain